Centro Loyola de Fé

Um modo de ser, uma escola de vida

O contexto pós-moderno no qual estamos vivendo, marcado pela doença do ativismo, da competição e do eficientismo, nos conduz a um processo constante de degradação de tudo o que é humano; a desuma-nização assume contornos assustadores: a televisão, as redes sociais, a Internet, apresentam-nos a face perversa da história desumana, com um déficit de humanidade que nos inquieta.

É nesse contexto de profunda desumanização que a espiritualidade inaciana revela sua atualidade e sua força transformadora. Centrado na pessoa, ela mobiliza e re-ordena todas as suas dimensões e propõe um caminho de plena humanização; ela desafia cada um a assumir o potencial humano criativo que está latente em seu interior.

Por sua identidade e seu dinamismo, a espiritualidade inaciana impregna todo o nosso ser e o nosso agir do modo de ser e de viver de Jesus Cristo; centrada nos critérios e valores do Evangelho, ela nos ajuda a discernir os “sinais” da presença de Deus na realidade e a entrar em sintonia com Ele, através de uma ação transformadora.

A fonte desta espiritualidade encontra-se nos Exercícios Espirituais, método dinâmico e vital, fruto da experiência de S. Inácio de Loyola. Tal dinamismo, que arranca a pessoa de seu imobilismo e de sua acomodação, gera audácia, desperta a criatividade, abre ao diferente, suscita respostas novas, usa os melhores meios para atingir o fim desejado…

A experiência de S. Inácio não é a de um fundador que constrói sua casa sobre bases estáveis e permanentes, senão a de um animador, um inspirador que abre caminho, que impulsiona a “passar para a outra margem”, na busca de um “novo começo”, de uma “fidelidade criativa”.

“Fazer estrada” na escola de Inácio é ser ousado como ele; ser seu discípulo é colocar-se num horizonte diferente: é o horizonte da ação valorosa e discernida, da criatividade, do sonho do Reino…

Guiado por Inácio, o(a) seguidor(a) de Jesus descobre, em meio às vicissitudes da história atual, a ação do Espírito de Deus que renova a face da terra, conduzindo a Criação à plenitude de seu destino. Cada situação se apresenta como um “Kairós”, uma oportunidade e um apelo ao compromisso e à ação.

Marcados pela inspiração inaciana, buscamos responder, com imaginação e criatividade, aos desafios que o mundo de hoje e a sociedade concreta nos apresentam.

“Empapados” e “inspirados” no melhor da tradição inaciana, somos impulsionados a “inventar” constantemente, a “ousar” sem medo, a “deslocar-nos” sem parar, a sair de nossos esquemas fechados, mentalidades ultrapassadas, modos arcaicos de agir.

É característico da espiritualidade inaciana encontrar a Deus na vida cotidiana, ou seja, no dia-a-dia da

vida familiar, no exercício da profissão, nas relações sociais, nas decisões éticas, na ação cidadã, no amplo tema dos direitos humanos, no campo da economia, na presença ativa em política, no mundo da cultura, no diálogo com os meios de comunicação, nas redes sociais…

Num mundo em que a competência degenera em competitividade sem limites, e em que o individualismo e a falta de solidariedade criam novas fronteiras e exclusões, é preciso recuperar o discurso e a prática do “ser-para-os-outros”, ativar o espírito de serviço, de solidariedade, de compaixão, de partilha…

Enfim, a espiritualidade inaciana desperta e sustenta uma presença diferenciada no mundo, à maneira de Jesus, tornando-nos “contemplativos na ação”.

 

Pe. Adroaldo sj

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

X